Jogada Ensaiada


jogo de interesses (mais polêmica sobre o penta)
sexta-feira, 16/11/2007, 2:31 pm
Filed under: Textos | Tags: , , , , ,

Telão rubro-negro
Telão no Maracanã aponta o Flamengo como primeiro pentacampeão brasileiro.
Foto enviada pela leitora Fernanda Costa.

Clube dos 13 pede divisão do título de 1987

Entidade quer Fla e Sport campeões. São Paulo critica. CBF não se posiciona

O Clube dos 13 entrou oficialmente na polêmica do penta. Em reunião realizada nesta terça-feira, a entidade decidiu que vai pedir para a CBF dividir o título de 1987 entre Flamengo e Sport, o que daria ao clube carioca o status oficial de primeiro pentacampeão brasileiro.

Nos últimos dias, a polêmica sobre o assunto cresceu por conta do título conquistado pelo São Paulo e da idéia da CBF de entregar ao clube paulista a taça das bolinhas, que seria dada ao primeiro clube que conquistasse o Brasileirão cinco vezes. O Clube dos 13 quer que a CBF reconheça Flamengo (campeão do módulo verde de 1987) e Sport (campeão do módulo amarelo) como campeões.

—————————————————————————————————————————–

Por essa, realmente, eu não esperava: o Clube dos 13 se manifestando a favor do reconhecimento do Flamengo como campeão brasileiro de 87, juntamente com o Sport. Flamengo este que nos últimos meses vem, através do seu presidente Márcio Braga, tecendo severas críticas ao Clube dos 13 juntamente com o São Paulo, que por sua vez se manifestou contra o reconhecimento do título do rubro-negro carioca. O Sport criticou o clube da Gávea, espalhando outdoors parabenizando o SPFC como primeiro pentacampeão brasileiro, e agora pede o reconhecimento do título carioca juntamente ao seu.

Esta solução proposta pelo C13 é a que agrada a todos: Flamengo, que finalmente teria reconhecido seu pentacampeonato; Sport, que não correria o risco de ter seu único título importante questionado; e o próprio C13, que além de trazer o Flamengo para seu lado (importante aliado por sua força política), teria reconhecido como oficial o título da Copa União, organizada por ele.

O único “prejudicado” com este possível reconhecimento seria o São Paulo. Digo “prejudicado”, entre aspas, porque o tricolor paulista não irá perder absolutamente nada se o título rubro-negro for reconhecido pela CBF. Continuará sendo pentacampeão brasileiro, tricampeão da libertadores e tri mundial; continuará sendo o maior clube brasileiro da atualidade, com a melhor estrutura e já favorito por antecipação para ganhar tudo que é título ano que vem. O time do Morumbi só correria o risco de não ficar com a tão falada taça das bolinhas, que não significa absolutamente nada de relevante.

E o São Paulo sabe disso. Não é por discordar do título do Flamengo que eles não apoiaram o pedido do C13 à CBF. Pra eles, tanto faz o rubro-negro carioca ser eleito campeão de 20 anos atrás ou não, eles possuem outras coisas para se preocupar. O São Paulo deixou de assinar o pedido por questões meramente políticas, por discordar do modelo de gestão do C13 e vir batendo de frente com a entidade há algum tempo, como diz o superintendente de futebol do tricolor:

– Essa questão de dar o título de 1987 para o Flamengo é só uma tentativa de aproximar o Flamengo deles e de criar uma tensão entre São Paulo e Flamengo. Para nós, pentacampeões, não muda nada. O São Paulo é um clube independente. Na nossa visão, o Clube dos 13 é um modelo ultrapassado e por isso não participamos – diz Marco Aurélio Cunha.

A CBF ainda não se posicionou sobre o assunto. Se antes eu duvidava, hoje já não coloco a mão no fogo e acho até possível que a entidade reconheça o rubro-negro carioca como campeão juntamente com o Sport. Colocaria fim a esta discussão que já dura 20 anos e deixaria os clubes satisfeitos, o que é interessante para a CBF. Por outro lado, ter 2 campeões no mesmo ano pega mal à beça, além de tirar a moral da entidade que peitou o C13 na época e declarou o clube de Recife como o único campeão.

O Governo do RJ, através de sua Secretria de Esportes, já preparou uma homenagem ao Fla, com direito a taça produzida especialmente para o clube pelo mesmo artista que elabora os troféus da CBF, com a inscrição “Primeiro Penta do Brasil”. Vale lembrar que a Secretaria de Esportes e o Governo do RJ se aproximaram bastante da Confederação nos últimos tempos, por conta da candidatura brasileira à Copa de 2014.

Aguardemos os próximos capítulos da novela. Tudo pode acontecer.

E há quem acredite que não existe politicagem no futebol.

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

Muito bom e completo o texto, deu pra se ter uma idéia de como “podem” vir a andar as coisas daqui em diante.

Comentário por Curioso

Absurdo o Fla ainda discutir este titulo de 87, o Sport é o unico campeão…

Comentário por Nuno




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: